O seguro-viagem proporciona assistência médica em caso de enfermidade ou acidente, cobertura de gastos com medicamentos e serviços odontológicos, indenização suplementar à companhia aérea por perda de bagagem, ajuda em caso de perda de documentos, serviços de localização e identificação de bagagens, auxílio de problemas jurídicos e até traslados do corpo, em caso de morte. Este tipo de apólice não assume os riscos de catástrofes naturais, como furacões e terremotos.

O seguro-viagem pode ser feito na própria agência de viagem, em bancos ou corretoras. Antes de escolher, é importante comparar os serviços oferecidos. Os contratos geralmente duram o tempo da viagem, mas também podem cobrir todas as viagens durante um ano inteiro, produto voltado para pessoas que viajam ao exterior com freqüência. Este seguro pode ser individual ou familiar.

É importante realçar que países da EUROPA exigem a emissão do seguro no seu país de origem com valores mínimos de cobertura de EUR 38.000 mil euros.

O contrato especifica as coberturas e os números de telefone que atendem o segurado no exterior. Caso precise de atendimento de urgência em instituições não credenciadas, o segurado pode solicitar reembolso dentro do limite de cobertura garantido.

Para sua maior tranqüilidade, o viajante deve ter sempre à mão os telefones e contatos com a seguradora. E deixe esta informação junto aos menores que estiverem sob sua responsabilidade na viagem, se possível num crachá, para eventuais emergências.

Uma observação importante: pagar a passagem aérea com cartão de crédito é vantajoso porque alguns oferecem seguros e vantagens diversas em casos de sinistros e perda de bagagem. Isso pode reduzir o valor do seguro contratado, que pode ser focado apenas nas questões de saúde.

Artigos relacionados
Para evitar o excesso de bagagem, é importante fazer uma seleção rigorosa do que se vai levar na viagem, estabelecendo prioridades. Especialistas recomendam col...
Leia Mais [+]
É aconselhável levar na viagem os remédios de uso habitual, pois muitas vezes eles não são encontrados no local ou têm nome comercial diferente do usado no Bras...
Leia Mais [+]
O preço para enviar bagagem desacompanhada, considerada “carga”, é bem mais barato, mas há o inconveniente de a mala não estar no mesmo vôo que o do passageiro....
Leia Mais [+]