Valem algumas dicas sobre como funciona o mecanismo de câmbio, e os riscos que as oscilações cambiais podem trazer. Veja abaixo:

Não deixe para comprar a moeda estrangeira na última hora. Assim você tem mais tempo para fazer pesquisa de cotações.

Há bancos que cobram comissão sobre a compra e venda de moeda estrangeira. O turista deve perguntar se há cobrança, porque alguns funcionários de bancos não avisam, se o comprador não perguntar. Inclua esta comissão nos custos para fazer corretamente sua pesquisa de preços.

Alguns bancos só vendem moeda estrangeira para seus clientes, para reduzir seu risco de inadimplência. Informe-se com antecedência para evitar apuros de última hora.

Não são todas as agências bancárias que vendem dólares. Além disso, há horários específicos para a compra e venda de moeda estrangeira. Geralmente, abrem mais tarde e fecham mais cedo do que as outras operações do banco.

Casas de câmbio e agências de viagem também podem negociar moedas estrangeiras, desde que tenham autorização do Banco Central.

Agências centrais de bancos em São Paulo e no Rio de Janeiro, especialmente os estrangeiros, operam com outras moedas estrangeiras mais negociadas, como libra esterlina, marco alemão e iene. No entanto, é preciso se informar antes, porque nem sempre estas moedas estão disponíveis nas quantias desejadas.

Artigos relacionados
Quem compra moeda estrangeira em papel-moeda (espécie) corre maiores riscos de ser roubado ou receber notas falsas, especialmente em negócios com pessoas não-au...
Leia Mais [+]
O dólar turismo é negociado no mercado formal, por instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central. Pessoas que tenham o objetivo de viajar ao exterior ...
Leia Mais [+]
Para comprar moeda estrangeira, é preciso apresentar apenas o documento de identificação (RG) e o CPF. A compra deve ser feita pela própria pessoa. Para os valo...
Leia Mais [+]